Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Merkel e Macron vão a bar após difícil reunião sobre Brexit em Bruxelas

Acompanhados dos primeiros-ministros da Bélgica e de Luxemburgo, líderes beberam cerveja, comeram batatas fritas e conversaram com locais

Ao deixarem a reunião do Conselho Europeu sobre o Brexit, na noite de quarta-feira (17), o presidente da França, Emmanuel Macron, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, tomaram uma decisão inesperada: caminharam a pé ao bar e restaurante Roy d’Espagne, um dos lugares mais emblemáticos da Grand Place de Bruxelas, e sentarem-se para um bate-papo informal sob atentos olhares de curiosos e seguranças.

Macron e Merkel conversaram e trocaram apertos de mão com turistas e locais, na companhia do anfitrião, o primeiro-ministro belga, Charles Michel, e de seu colega de Luxemburgo, Xavier Bettel. Bettel disse ter pago as bebidas para comemorar sua reeleição como premiê no último domingo.

“Foi muito bacana”, disse Bettel nesta quinta-feira (18), ao chegar para o segundo dia de reunião de líderes da União Europeia. Ele acrescentou que a ocasião lhes deu uma chance de atualizar as conversas sobre negócios desfrutando das famosas batatas fritas belgas. E arrematou: “Também somos humanos”.

Um assessor de Macron contou que ele e Merkel caminharam juntos de volta ao hotel onde estavam hospedados, ao final da reunião de Bruxelas. Lá, Macron recebeu uma mensagem de texto de Bettel convidando-o para um drinque no bar da esquina: “Foi totalmente improvisado”, contou o assessor. “Muito descontraído”.

Na reunião do Conselho Europeu, Merkel, Macron, Michel e os demais líderes debateram sobre os próximos passos das negociações entre o bloco e o governo britânico sobre a saída do Reino Unido da União Europeia — um tema para o qual, até o momento, não há acordo nem mesmo entre os britânicos.

Um jornalista croata que flagrou os quatro líderes bebendo cerveja tuitou dizendo que um grupo de convivas do restaurante bateram um papo com Merkel e a indagaram sobre o Brexit.

“Por favor, está uma noite maravilhosa. Não vamos estragá-la”, respondeu a chanceler alemã.

Esta não foi a primeira vez que chefes de Estado ou Governo aproveitam horas livres na capital belga, depois de encontros do Conselho, para comer e beber em restaurantes locais. Em fevereiro de 2016, a mesma Merkel e o então primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, foram a um popular quiosque de venda de batatas fritas na praça Jourdan.

(Com Reuters e EFE)