Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Merkel diz que está consternada; rei da Espanha cancela visita à França

A chanceler alemã já conversou com o premiê espanhol Mariano Rajoy e o presidente francês François Hollande. Avião caiu na França durante rota entre Barcelona e Dusseldorf

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, expressou sua consternação pelo acidente aéreo ocorrido nesta terça-feira nos Alpes franceses com o avião da Germanwings, e disse que conversou com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, e o presidente francês, François Hollande, sobre o acompanhamento do caso. A chanceler está em “permanente contato” com o ministro das Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, e com o ministro dos Transportes, Alexander Dobrindt, informou o porta-voz do Executivo, Steffen Seibert.

O departamento das Relações Exteriores abriu uma linha de atendimento aos cidadãos para receber chamadas de possíveis familiares de vítimas. Dobrindt viajou para a França para acompanhar no local as operações de resgate. A chanceler, que cancelou todas as entrevistas previstas para hoje, faria um pronunciamento oficial sobre o acidente hoje às 10h30 (de Brasília), informou seu porta-voz.

Leia também

Avião com 150 pessoas a bordo cai no sul da França

A companhia Germanwings, unidade de baixo custo da Lufthansa, confirmou em uma breve declaração que o avião acidentado nos Alpes franceses cobria a rota entre Barcelona e Dusseldorf com 144 passageiros a bordo e seis tripulantes. O acidente aconteceu pouco depois das 11h20 locais (7h20 de Brasília). A causa da queda ainda é desconhecida e não se sabe se há sobreviventes. A companhia aérea se comprometeu a tentar esclarecer o mais rápido possível os fatos relacionados ao acidente e a fornecer ajuda aos afetados pela tragédia, a quem transmitiu suas condolências.

Espanha – Felipe VI e Letícia, reis da Espanha, cancelaram nesta terça visita de Estado que faziam à França e estão retornando à Espanha, devido ao acidente com Airbus da empresa da empresa alemã Germanwings, em que viajavam cerca de 150 pessoas. Em uma improvisada e breve declaração para a imprensa, os reis espanhóis acompanharam o presidente do país vizinho, François Hollande. O monarca expressou suas condolências aos familiares das vítimas e agradeceu ao governo francês pelas medidas tomadas depois da tragédia.

Dentre os 144 passageiros do voo, que ia de Barcelona para Dusseldorf, na Alemanha, cerca de 40 são de nacionalidade espanhola. Hollande também se dirigiu aos familiares e ainda destacou o trabalho do país para identificar as causas do acidente, que aconteceu em área de difícil acesso. A viagem de Felipe VI e Letícia a França, que havia sido iniciada na manhã de hoje, era a primeira visita de Estado do novo rei e foi cancelada em comum acordo com Hollande e o presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy.

(Da redação)