Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Menina sobrevivente do Tsunami reencontra família 10 anos depois

Garota que tinha 4 anos à época da tragédia havia sido dada como morta

Por Da Redação 8 ago 2014, 07h13

Uma menina indonésia que desapareceu durante a Tsunami que arrasou o sudeste asiático em 2004 conseguiu se reencontrar com seus pais, quase dez anos depois da tragédia. Raudhatul Jannah tinha apenas quatro anos quando foi arrastada pelas águas junto com seu irmão, então com sete anos, na província de Aceh, no oeste da Indonésia, que foi uma das regiões mais castigadas pela tragédia. Na ocasião, seu pai e sua mãe, chamada Jamaliah, chegaram a realizar buscas por cerca de um mês antes de acreditar que os filhos haviam morrido.

Tudo mudou em junho, quando um tio materno viu uma adolescente parecida com sua sobrinha na rua, totalmente ao acaso. Ele passou a investigar e descobriu que a garota havia sobrevivido ao tsunami ao ser resgatada por um pescador, que em seguida a entregou aos cuidados da sua mãe, uma idosa que passou a cuidar dela. Após levantar a história, ele avisou sua irmã, que foi ver a menina. A menina foi finalmente entregue aos pais nesta quarta-feira.

Leia também:

Presidente da Avós da Praça de Maio encontra neto após 36 anos

Terremoto provoca alerta de tsunami no Japão

“É um milagre de Deus”, afirmou a mãe da menina, segundo declarações reproduzidas pelo jornal New Zealand Herald. Jamaliah afirma que não tem dúvidas de que a menina é sua filha e diz que está disposta a fazer testes de DNA para confirmar. “Meu coração bateu tão forte quando a vi”, disse ela. Ainda segundo a mãe, Jannah contou que seu irmãozinho de sete anos também havia sobrevivido ao impacto inicial da tusnami, só que depois ela perdeu contato com ele. Por isso, Jamaliah, e a família agora pretendem se dedicar a encontrar o outro filho que desapareceu na tragédia.

Em 2011, outra garota indónesia se reuniu com a família anos após a tragédia. O Tsunami de 2004 matou mais de 230.000 pessoas em 14 países, incluindo 170.000 na região de Aceh, onde a menina Raudhatul Jannah vivia.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês