Clique e assine a partir de 9,90/mês

Membro de Estado Islâmico é condenado na Alemanha

Sentença de 3 anos e nove meses é a primeira imposta a um membro do grupo no país

Por Da Redação - 5 dez 2014, 10h08

Um tribunal de Frankfurt determinou nesta sexta-feira a primeira condenação na Alemanha a um jihadista. Ele tinha viajado à Síria para lutar ao lado de Estado Islâmico (EI).

O tribunal condenou o militante identificado como Kreshnik B. a três anos e nove meses de prisão por pertencer ao grupo armado.

Nos últimos meses, a Alemanha e outros países europeus lançaram uma série de medidas para impedir que seus cidadãos viajem à Síria para se juntar ao EI e a outros grupos jihadistas. Entre elas estão o confisco de passaportes e a abertura de processos para quem tentar viajar com essa intenção ou tiver voltado do país árabe. Grã-Bretanha e França já condenaram e sentenciaram cidadãos ou residentes que se juntaram aos jihadistas. Outros países, como a Bélgica, iniciaram processos na Justiça.

Leia também:

Continua após a publicidade

Bélgica julga membros de grupo terrorista, incluindo filho de brasileira

No caso do condenado na Alemanha, os juízes consideraram provado que o homem, um alemão de 20 anos, viajou à Síria em julho de 2013 com o propósito de lutar contra o regime de Bashar Assad.

O condenado admitiu ter participado de combates na Síria e manifestou que a jihad é a obrigação de todo muçulmano, embora assegurou não ter disparado contra ninguém.

O mesmo acrescentou que na Síria tinha entendido o valor da paz e não quis lutar contra outros muçulmanos, por isso decidiu voltar para a Alemanha.

Continua após a publicidade

Após seu retorno, há quase um ano, ele foi detido no aeroporto de Frankfurt.

(Com agência EFE)

Publicidade