Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Médico espanhol sequestrado no dia 4 de abril na Nigéria foi libertado

Por Ho 21 abr 2012, 09h36

Um médico espanhol que havia sido sequestrado no dia 4 de abril em Enugu, no sudeste da Nigéria, onde trabalhava, foi libertado na sexta-feira, indicou neste sábado à AFP um porta-voz do ministério de Relações Exteriores.

José Manuel Machimbarrena Corcuera “foi libertado na sexta-feira. Encontra-se cansado, mas em bom estado de saúde. Está na sua casa” em Enugu, afirmou o porta-voz, acrescentando que não podia fornecer mais detalhes sobre as circunstâncias desta libertação.

“Não sabemos se vai ficar na Nigéria ou se vai retornar à Espanha”, declarou o porta-voz.

A polícia local havia informado que o médico foi sequestrado em sua casa no dia 4 de abril por homens armados e que havia sido levado a um local desconhecido.

Interrogado sobre as razões do sequestro, o porta-voz da chancelaria espanhola lembrou que o ministro das Relações Exteriores, José Manuel García-Margallo, já havia indicado que aparentemente se tratava de um sequestro econômico, mas que “a organização a qual pertence exigiu discrição absoluta”.

Segundo a imprensa espanhola, trata-se de um médico de 58 anos que dirige os serviços clínicos de um hospital pertencente a uma fundação, a “Niger Foundation Hospital”, criada em 1993 em Enugu (sudeste do país, em uma zona de maioria cristã) e apoiada pelo Opus Dei.

Continua após a publicidade
Publicidade