Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

May expressa inquietação a Netanyahu pela morte de palestinos

Premiê britânica diz que, diante de mais de 100 vidas perdidas, esperava falar sobre "como aliviar a situação" na fronteira Israel-Gaza

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse ao premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, que está “preocupada com a perda de vidas palestinas”  em recentes protestos na Faixa de Gaza, durante uma reunião realizada em Londres nesta quarta-feira 6.

May detalhou que o Reino Unido “reconhece absolutamente” o direito de Israel de se defender de atos de “extremistas e terroristas”. “Mas com 100 vidas palestinas perdidas e uma situação em deterioração em Gaza, espero que possamos falar agora sobre como aliviar essa situação”, declarou May, segundo um comunicado de Downing Street.

Netanyahu respondeu que os protestos eram responsabilidade da organização Hamas e que a resposta israelense pretendia minimizar os danos.

Enquanto a reunião era realizada, manifestantes protestavam contra Netanyahu na saída da residência oficial de Downing Street segurando bandeiras palestinas e israelenses.

Ao menos 125 palestinos morreram por disparos de soldados israelenses desde 30 de março, quando começaram as manifestações na fronteira da Faixa de Gaza com Israel.

Os protestos se intensificaram por causa da  transferência da embaixada americana de Tel-Aviv para Jerusalém, que representou o reconhecimento “de fato” da Cidade Santa como capital de Israel. A maioria comunidade internacional se opõe a essa visão, e os palestinos reivindicam Jesuralém Oriental como sua capital.

(Com AFP)