Clique e assine a partir de 9,90/mês

Maryland, Maine e Washington aprovam casamento gay

Por Da Redação - 7 nov 2012, 07h39

As eleições que decretaram a vitória do democrata Barack Obama sobre seu rival republicado, Mitt Romney, também marcaram a aprovação de medidas de impacto social, como o casamento gay. Os estados americanos de Maryland, Maine e Washington aprovaram nesta terça-feira o casamento entre pessoas do mesmo sexo, segundo projeções das redes de TV dos Estados Unidos. Após a apuração de 93% das urnas, o casamento gay vencia em Maryland por 52% dos votos, informaram as redes de televisão CNN e NBC. Durante a campanha eleitoral, Obama apoiou a proposta, enquanto Romney a rejeitou.

Leia também:

Obama arrecada US$ 1 milhão após apoiar casamento gay

Brad Pitt doa US$ 100 mil a favor do casamento gay

Continua após a publicidade

“Durante estas últimas semanas, os cidadãos de Maryland se uniram para afirmar que para um povo livre e diversificado de muitas fés, um povo comprometido com a liberdade religiosa, o caminho para frente é sempre encontrado através de um maior respeito à igualdade de direitos e à dignidade humana de todos”, disse o governador Martin O’Malley em comunicado.

A CNN revelou ainda que, no Maine, o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi aprovado por 54% dos eleitores; do mesmo modo que em Washington, por 52%.

O casamento gay, que não é reconhecido em nível federal, já era autorizado nos estados de Connecticut, Iowa, Massachusetts, New Hampshire, Nova York, Vermont e no distrito de Columbia.

(Com AFP)

Publicidade