Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Marine Le Pen prevê derrota de Sarkozy nas eleições

Para a líder ultradireitista, atual presidente não respeitou o eleitorado do país

Por Da Redação 30 abr 2012, 05h18

Dando sinais claros de que Nicolas Sarkozy não terá o seu apoio, a líder do partido ultradireitista Frente Nacional (FN), Marine Le Pen, afirmou nesta segunda-feira que o atual presidente não respeitou o eleitorado o suficiente para estar em condições de ganhar no segundo turno das eleições, no próximo domingo.

Em entrevista ao site do jornal Midi Libre, Marine disse que não pode pedir aos seus partidários que votem em Sarkozy e reivindicou maior coerência por parte do ainda chefe do estado. “Não se pode tratar os eleitores como crianças”, declarou a ultradireitista.

Leia mais:

Hollande acusa Sarkozy de radicalizar o discurso em troca de votos

Eleitores de Marine Le Pen serão decisivos no segundo turno

Ataques à UE – A representante da FN, que no primeiro turno ficou na terceira posição com históricos 17,9% dos votos, voltou a criticar as posturas de François Hollande e Sarkozy frente ao bloco europeu. “A partir do momento em que não vivem mais que através dos olhos da União Europeia, é preciso dizer que não são candidatos à Presidência da República, mas candidatos à gestão de um vasto território sob a ditadura da troika”, afirmou, em alusão ao trio formado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), o Banco Central Europeu (BCE) e a Comissão Europeia.

Em tom de provocação, Marine Le Pen também ressaltou que Sarkozy não tem a confiança dos partidários da FN, por mais que tente atrair essa fatia do eleitorado com promessas variadas, “algumas das quais vão contra tudo o que fez durante cinco anos”.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade