Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demografia: classe média alta e negros também apoiaram Trump

Contrariando o que as pesquisas vinham indicando, Trump também levou vantagem nas regiões com renda acima da média nacional

Ao longo de sua campanha, Donald Trump, eleito nesta quarta-feira o 45º presidente dos Estados Unidos, foi acusado de racismo, xenofobia, entre outras formas de preconceito, em seus discursos e propostas. No entanto, o resultado das eleições americanas mostrou que até mesmo nos condados com menor renda per capita, nível de escolaridade e com menor número de brancos, Trump levou vantagem sobre a democrata Hillary Clinton.

Veja também

O mapa demográfico apresentado pelo jornal Washington Post nesta manhã mostra que os votos foram mais equilibrados nos condados com menor número de pessoas brancas. Ainda assim, Trump teve ligeira vantagem. Nas cidades com maior número de brancos, a vantagem do republicano foi esmagadora (os condados em vermelho representam a vitória de Trump e os azuis a de Hillary).

Renda

Contrariando o que as pesquisas vinham indicando, Trump também levou vantagem nas regiões com renda acima da média (à esq. nos mapas abaixo) quanto abaixo da média (à dir. nos mapas abaixo). Entre as zonas mais pobres, Hillary recebeu mais votos nos estados do Novo México, Texas, Mississippi e Alabama, mas não obteve a maioria dos votos. De acordo com muitas sondagens, Trump destacava-se entre brancos de baixa renda e tinha dificuldades entre os que tinham ganhos acima da média nacional.renda

Escolaridade

O número de condados em azul (pró-Hillary) cresceu entre as camadas com melhor nível de escolaridade (à esq.), com destaque para a região do Pacífico, na Califórnia, um conhecido reduto democrata. Ainda assim, a maioria das cidades dos Estados Unidos deu vantagem ao empresário.

escolaridade

Diversidade

Trump, que prometeu expulsar os imigrantes e erguer um muro para separar o México dos Estados Unidos, teve seu menor índice de popularidade entre os eleitores “não brancos” (negros, hispânicos e asiáticos). Novamente, a região sul foi a mais azul do mapa. No entanto, Trump obteve a imensa maioria dos votos entre os eleitores brancos.

diversidade

Previsões

A vitória de Trump, vista com espanto e preocupação por boa parte da comunidade e imprensa internacional, contrariou a maioria das pesquisas divulgadas nos últimos meses. A última edição de VEJA apresentou uma pesquisa realizada pela Pew Research, que mostrou o perfil dos eleitores declarados de Donald Trump e Hillary Clinton antes da eleição:

Os eleitores de Trump:

42% mulheres e 58% homens

87% brancos

5% latinos

1% negros

14% pobres

Os eleitores de Hillary:

61% mulheres e 39% homens

58% brancos

9% latinos

24% negros

28% pobres

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    OS NEGROS DE LÁ PERCEBERAM QUE O MIMIMI DE SEMPRE DE VÍTIMAS DA SOCIEDADE JÁ ERA!

    Curtir

  2. Rolando Silva

    ” que prometeu expulsar os imigrantes” A Veja agora não diferencia entre imigrantes ilegais dos legais? Entre que anda com a lei e quem a quebra? Que tal apoiar a lei e desencorajar que a quebra senhores da Veja?

    Curtir

  3. trump falou dos imigrantes ilegais seus esquerdopatas.

    Curtir

  4. Antonio Augusto Simoes

    O que surpreendeu mesmo o público em geral e os leitores da nossa mídia comunista foi a vigarice desta mídia e dos institutos de pesquisas. Só venderam mentiras e falsidades. Abram os olhos.

    Curtir

  5. Fábio Luís Inaimo

    Uma grande massa de idiotas funcionais elegeram Trump, aconteceu assim no Lulopetralhismo !

    Curtir

  6. bruno henrique dias

    A Vitória de trump, demonstra que a sociedade não admite essa tal democracia que a mídia divulga. Esse negócio de defensores de direitos (negros, pobres, lgbt e outros) são apenas para manipulação de votos. Isso é horrível liberdade sem regras não é boa coisa. Basta ver como o Brasil como está. Crime tem mais direitos que o trabalho, vandalos travestidos de defensores, estão acabando com os direitos da maioria da sociedade, o professor hoje não tem o direito a ensinar sem ser agredido verbalmente, psicologicamente e até fisicamente, policiais não tem o direito reagir quando um delinquente o ameaça ele é obrigado a dar flores com sorriso no rosto, médicos viram inimigos da sociedade devido a falta de estrutura, enfim, a Vitória de trump é a expressão da sociedade contra essa democracia que estamos vivendo.

    Curtir