Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mandela tem leve melhora, mas estado segue grave

Ex-presidente completa uma semana internado por uma infecção pulmonar

O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, completa nesta sexta-feira uma semana hospitalizado pela recaída de uma infecção pulmonar, após ter experimentado uma leve melhora nos dois últimos dias. Seu estado, porém, ainda é considerado grave.

Mandela, de 94 anos, recebeu na noite de quinta a visita do presidente sul-africano, Jacob Zuma, no hospital de Pretória onde está internado.”Seguimos pedindo às pessoas que continuem rezando por Madiba e lhe desejem uma rápida recuperação”, disse o chefe do estado em comunicado.

Jackson Mthembu, porta-voz do Congresso Nacional Africano (CNA), organização que já foi liderada por Nelson Mandela e se transformou em partido político, considerou como “encorajador” o boletim de Zuma e pediu aos sul-africanos que continuem transmitindo suas boas energias para Mandela e sua família.

A primeira boa notícia sobre o estado de prêmio Nobel da Paz de 1993 foi divulgada pelo próprio Zuma na última quarta-feira após falar com os médicos responsáveis por seu tratamento. O presidente sul-africano garantiu então que Mandela estava “respondendo melhor” ao tratamento da infecção pulmonar e que seu estado era “grave, mas estável”. Desde o mês de dezembro, líder pacifista foi internado quatro vezes por seus problemas respiratórios, contraídos durante os 27 anos que passou nas prisões do apartheid.

Saiba mais:

Saiba mais: Mandela, o caminho para a liberdade

Nelson Mandela foi eleito o primeiro presidente negro da África do Sul em 1994, quatro anos após sua libertação, nas primeiras eleições livres da história do país. Considerado por muitos na África do Sul o “pai da nação”, ele é também um ícone mundial da luta pela igualdade racial.

(Com agência EFE)