Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Mais de 170 manifestantes são presos em protestos contra legislativas russas

Por Kirill Kudryavtsev 4 dez 2011, 15h43

Mais de 170 opositores russos foram presos neste domingo, quando tentavam participar de manifestações não autorizadas, em Moscou e São Petersburgo, contra a forma como transcorreram as eleições legislativas russas, anunciaram as polícias das duas cidades.

“Mais de 100 pessoas foram presas na praça Triumfalnaya, após múltiplas advertências sobre o caráter ilegal da manifestação”, informou a polícia de Moscou, citada pela agência Interfax. Entre os detidos estava o escritor e opositor Eduard Limonov, que anunciou sua intenção de ser candidato nas eleições presidenciais de 2012.

Reunidos desde as 18h locais, os manifestantes de Moscou protestavam contra o andamento das eleições realizadas neste domingo. Em São Petersburgo, 70 opositores tentavam organizar uma manifestação não autorizada em Gostiny Dvor, informou Viatcheslav Stepchenko, porta-voz da polícia. “As eleições são uma farsa”, gritavam cerca de 400 pessoas.

Publicidade