Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 16.500 mortos desde o início da revolta na Síria

Mais de 16.500 pessoas perderam a vida em episódios de violência na Síria desde o início da revolta contra o regime de Bashar al-Assad, em março de 2011, anunciou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Ao menos 11.486 civis, 4.151 membros das forças oficiais e 870 desertores morreram, indicou à AFP esta organização com sede na Grã-Bretanha, que obtém seus dados através de uma vasta rede de militantes e testemunhas.

Embora em seu balanço diário o OSDH faça a distinção entre civis e cidadãos que tomaram as armas, não faz esta divisão em seu balanço geral.

Os balanços de vítimas das últimas semanas foram os mais graves em mais de 15 meses, superando regularmente 100 vítimas diárias, segundo o OSDH.

Os confrontos se multiplicaram entre tropas fiéis ao regime e desertores.

É impossível obter um balanço de fonte independente desde que a ONU deixou de contabilizar as vítimas, no fim de 2011.