Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 100 pessoas são presas em protestos em Moscou

Moscou, 18 mar (EFE).- As forças de ordem pública prenderam neste domingo mais de cem ativistas opositores em dois atos de protesto realizados em Moscou, um contra o Kremlin e outro em frente à torre da rede de televisão estatal, informaram as autoridades russas.

Pelo menos 94 pessoas foram detidas em frente à torre, onde mais de cem pessoas protestam pela transmissão, na emissora, de um vídeo que acusava a oposição de financiar os manifestantes.

Outros 12 opositores foram presos na praça de Manezh, em frente às muralhas do Kremlin, quando lançaram balões brancos (símbolo de protesto contra Putin) após uma passeata na Praça Vermelha.

Entre os detidos em frente à torre estão os líderes da oposição não-parlamentar Sergei Udaltsov, coordenador do movimento ‘Frente de Esquerda’, e o presidente do opositor Partido da Liberdade do Povo (PLP), Boris Nemtsov.

‘Os agentes advertiram por megafone aos manifestantes que o ato não estava autorizado, que estavam incomodando o trânsito dos pedestres’, explicou à agência ‘Interfax’ um porta-voz da polícia.

O documentário do canal de televisão ‘NTV’ acusa os opositores de contratar manifestantes para que compareçam aos atos e de manipular vídeos e colocá-los na internet para deslegitimar as manifestações públicas a favor do primeiro-ministro e presidente eleito, Vladimir Putin. EFE