Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 100 mil fogem de enchentes no Japão após temporal sem precedentes

Um temporal sem precedentes no Japão desencadeou enchentes enormes que arrancaram casas de suas fundações, derrubaram árvores e forçaram mais de 100.000 pessoas a fugir de suas casas, nesta quinta-feira. Helicópteros sobrevoando bairros alagados e cheios de lama salvaram muitas pessoas dos telhados de suas casas. Duas pessoas estavam desaparecidas e pelo menos dezessete ficaram feridas.

Algumas áreas receberam em 48 horas o dobro da precipitação habitual de setembro, após a tempestade tropical Etau passar pela ilha japonesa de Honshu, a maior do arquipélago que forma o país. Em alguns lugares rios transbordaram e destruíram pontes. Mais de 800.000 pessoas foram aconselhadas a desocupar suas casas nas áreas a leste e norte de Tóquio, após autoridades emitirem alertas durante a madrugada de “uma chuva que acontece uma vez a cada 50 anos”.

Leia também

1º de setembro é o dia em que jovens cometem mais suicídio no Japão

Milhares vão às ruas de Tóquio protestar contra militarização do Japão

O Japão investiu em equipes, treinamentos e colocou grande ênfase na prevenção de desastres desde um terremoto seguido de tsunami em 2011, que matou cerca de 20.000 pessoas. Na época, as autoridades foram criticadas pela população pela lentidão na ajuda aos necessitados. O primeiro-ministro Shinzo Abe alertou sobre mais chuvas a caminho e disse que estava preparando um centro de emergência. “O governo irá trabalhar junto para priorizar a segurança do povo e fazer nosso melhor para prevenir mais desastres”, disse.

(Da redação)