Clique e assine com até 92% de desconto

Mais assessores de Trump testam positivo para o coronavírus

Com Covid-19, presidente americano está internado em hospital militar desde sexta-feira

Por Da Redação Atualizado em 3 out 2020, 10h23 - Publicado em 3 out 2020, 09h49

Mais dois assessores de Donald Trump testaram positivo para o coronavírus depois da confirmação do diagnóstico do presidente americano. A conselheira Kellyanne Conway e o gerente de campanha Bill Stepien também se infectaram. Outra assessora, Hope Hicks, já havia testado positivo para o vírus na quinta-feira – resultado que fez Trump realizar o exame que confirmou o seu contágio.

Kellyanne Conway revelou seu diagnóstico no Twitter e afirmou que está com sintomas leves, mas se sente bem. O teste positivo de Stepien foi confirmado a veículos de imprensa dos Estados Unidos por fontes próximas ao assessor.

Donald Trump e a primeira-dama, Melania, foram diagnosticados com a Covid-19 na sexta-feira. No mesmo dia, o líder americano foi internado em um hospital militar perto de Washington com febre e cansaço. Em vídeo antes de dar entrada no local, o republicano afirmou que a hospitalização busca assegurar que “tudo ocorrerá bem”. Em um tuíte na madrugada deste sábado, o presidente americano escreveu: “Indo bem, eu acho”. O republicano recebeu um coquetel de medicamentos como medida de prevenção.

Os três assessores com Covid-19 – Hicks, Conway e Stepien – participaram dos preparativos da campanha republicana para o debate entre Trump e Joe Biden que aconteceu na noite de terça. Na ocasião, os dois candidatos ficaram frente a frente. O democrata fez o teste para o coronavírus na sexta e o resultado foi negativo.

ASSINE VEJA

O novo perfil que Bolsonaro quer para o STF Leia nesta edição: os planos do presidente para o Supremo. E mais: as profundas transformações provocadas no cotidiano pela pandemia
Clique e Assine
Continua após a publicidade
Publicidade