Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maioria dos mexicanos quer uma mulher na presidência (pesquisa)

Apesar de 72% dos mexicanos desejarem ver uma mulher na presidência, apenas 29% acreditam que a candidata do partido do governo Acción Nacional (PAN), Josefina Vázquez, tenha “possibilidades” de ganhar as eleições do dia 1º de julho, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

Trata-se da primeira vez que o país de pouco mais de 112 milhões de pessoas terá uma mulher concorrendo ao cargo político mais importante.

Diante da pergunta direta sobre se gostariam que uma mulher fosse presidente do país, 72% disseram que sim, mas apenas 29% acreditam que Vázquez tem “muitas possibilidades” de alcançar a presidência, enquanto outros 48% responderam que suas chances são “regulares” e 15% acreditam que são poucas.

A consulta realizada pela empresa BGC para o jornal Excelsior realizada na semana passada, destaca também que cerca de 40% dos 400 entrevistados acreditam que é melhor ter uma mulher na presidência, contra 29%, que preferiam um homem.

Dos mexicanos entrevistados, 71% disseram que tanto homens como mulheres podem governar, contra 21% que consideraram apenas os homens.

Vázquez Mota, à frente do governista PAN, enfrenta na disputa eleitoral o candidato do partido Revolucionário Institucional (PRI), Enrique Peña Nieto e o esquerdista Manuel López Obrador, que concorre pela segunda vez.

Com Peña Nieto, o PRI busca recuperar o poder que perdeu em 2000 depois de mais de 70 anos de hegemonia. Uma pesquisa da empresa Mitofsky divulgada no final de janeiro dava ao candidato desse partido 41% das preferências, seguido por Vázquez com 23% e López Obrador com 18%.