Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mãe dos irmãos Tsarnaev estava na lista de terroristas dos EUA

Zubeidat Tsarnaev foi adicionada há 18 meses junto com seu filho mais velho, Tamerlan, morto em tiroteio com a polícia na última semana

Por Da Redação 26 abr 2013, 22h25

Mais um membro da família Tsarnaev entrou para a lista de terrorista do governo dos Estados Unidos. De acordo com duas fontes oficiais que não quiseram se identificar, a mãe dos irmãos Tsarnaev, Zubeidat Tsarnaev, foi adicionada ao banco de dados do terrorismo na mesma época em que seu filho mais velho, Tamerlan, acusado pelo atentado à Maratona de Boston e morto pela polícia em tiroteio. De acordo com a rede americana CNN, os dois entraram no radar depois de a Rússia compartilhar suas preocupações com a CIA, agência de inteligência civil americana, dizendo que eles poderiam ser militantes religiosos.

Leia mais:

Feridos no atentado em Boston enfrentam recuperação complicada

Dzhokhar Tsarnaev é transferido do hospital para a prisão

Mãe dos acusados do atentado em Boston acredita em teoria conspiratória

Continua após a publicidade

Em entrevista, Zubeidat disse que não ficou surpresa em saber que estava na lista e que tudo não passava de uma mentira. “Estou cansada de todas essas coisas sem sentido que eles inventam sobre mim e meus filhos. As pessoas sabem que eu sou uma pessoa comum e eu nunca teria nenhuma intenção criminal, especialmente ligada ao terrorismo”, disse à agência Associated-Press no Daguestão.

Após o aviso da Rússia, o FBI investigou mãe e filho, mas não descobriu nenhuma evidência que os ligasse ao terrorismo. Nos Estados Unidos, Zubeidat só tem acusações de furtar objetos em uma loja em 2012.

Lista – A lista de mais de 500.000 nomes é da National Counterterrorism Center, um órgão do governo americano que luta contra o terrorismo nacional e internacional. Fazer parte dela, no entanto, não significa que os Estados Unidos possuem evidências de que alguém é ligado ao terrorismo. Os nomes são adicionados quando o órgão de inteligência recebe informações relacionadas ao terror.

Saiba mais:

Entenda a história chechena por trás dos suspeitos do atentado em Boston

Viagem aos EUA – O pai dos irmãos Tsarnaev, Anzor, resolveu adiar indeterminadamente sua viagem aos Estados Unidos, que seria realizada ainda nesta semana. De acordo com entrevista de sua mulher para a rede americana CNN, o casal deixou sua casa no Daguestão e foi para outra parte da Rússia, alegando problemas de saúde. Anzor aceitou se dirigir ao país para resgatar o corpo de seu filho e colaborar com as investigações.

Continua após a publicidade
Publicidade