Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maduro diz que ninguém poderá tirar a Venezuela do Mercosul

"Se nos tirarem pela porta, entraremos pela janela", disse o presidente venezuelano nesta terça-feira

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, voltou a afirmar que ninguém poderá tirar o país do Mercosul, apesar de os fundadores do bloco analisarem a eventual suspensão venezuelana por ter descumprido compromissos como “Estado associado”. “Ninguém vai poder tirar a Venezuela do Mercosul. Se nos tirarem pela porta, entraremos pela janela”, disse Maduro nesta terça-feria durante seu programa de rádio A Hora da Salsa.

O líder venezuelano pediu para evitar que as “oligarquias se imponham” no bloco, e argumentou que Paraguai, Argentina, Brasil e Uruguai pretendem “impor uma sanção que não existe” à Venezuela, que ostenta a presidência rotativa do bloco, mas que não pôde exercer a função com plenitude por causa das críticas desses quatro membros fundadores.

Maduro pediu aos povos da América Latina que “se mobilizem em defesa” do Mercosul, “cujos princípios e estatutos estão ameaçados por governos de direita que promovem uma agenda desestabilizadora contra a Venezuela”, segundo informa uma nota da agência estatal de notícias AVN.

O chanceler paraguaio, Eladio Loizaga, disse na segunda-feira que a partir do dia 1º de dezembro a Venezuela estará suspensa e “sem voz” no Mercosul e que continuará nestas condições até que se adapte aos estatutos internos. Loizaga assinalou que a Venezuela não poderá incorporar 112 resoluções do Mercosul porque interferem com a legislação interna do país.

Já o chanceler do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, disse nesta terça-feira que a Venezuela terá voto no Mercosul quando internalizar as normas.

No dia 13 de setembro, os quatro fundadores do Mercosul decidiram que a Venezuela, aceita como membro de pleno direito em 2012, não poderia exercer a presidência porque ainda não ratificou todos os acordos e, apesar disso, o governo de Maduro insiste que exerce plenamente o comando do bloco.

Através de uma declaração conjunta, o bloco pediu à Venezuela que incorpore “cerca de 300 normas” para cumprir com suas obrigações como membro pleno.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Cesar Romo Rojas

    Esse e outro Ditador Comunista , Incompetente , Analfabeto, Como Venezuela pode ter um Presidente que tem o Povo morrendo de Fome , metido em Corrupção , Golpista , Cade os Democratas , de Latino America ? Que falavam mau do Temer ? Que falavam de Golpe ? Haaaa A Esquerda Pode

    Curtir

  2. Carlos Marques

    Deve ter prática de entrar pelas janelas…e fugir pelos telhados…

    Curtir

  3. Almerio P. Gaertner

    O Mercosul esta morto. A Venezuela e ficção. Maduro e caso psiquiátrico. Países podem fazer acordos separados, de acordo com seus interesses. Interessante, com um mercado como o do Estados Unidos e Europa, o Brasil se agarra a negociar com feirantes.

    Curtir

  4. Micky Oliver

    EU QUERIA SER PRESIDENTE ESTA HORA POIS IRIA MOSTRAR ESSE BABACA QUE SAIRIA SIM E COM PÉ NA BVNDA BEM DADO!!! É MUITA CARA DE PAU!!! ÓDIO QUE DÁ TERMOS TANTOS POLÍTICOS FROUXOS!

    Curtir

  5. Ailton Araújo

    Esse Maduro já caiu de podre. Não era nem para esse coliforme fecal ambulante está na presidência da Venezuela, aliás esse país já está completamente destruído por essa esquerda corrosiva.

    Curtir

  6. Marcos Binelli

    Quem entra ‘pela janela’ toma tiro, seu palhaço!!

    Curtir

  7. JOSÉ CANUTO V. DA S. JR.

    Esse lixo não era nem para ter entrado.
    Só está lá pelo golpe que os esquerdalhas deram suspendendo o Paraguai pata poder colocar essa bos…. no mercosul.

    Curtir

  8. Tem que tirar essa republiqueta do mapa , e exterminar esse vagabundo irresponsável

    Curtir