Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Luto do rei faz roupas pretas sumirem na Tailândia

O governo do país ordenou que todos usem roupas pretas e brancas durante um ano inteiro

Por Duda Teixeira Atualizado em 15 out 2016, 21h24 - Publicado em 15 out 2016, 21h02

A morte do rei Bhumibol Adulyadej, da Tailândia, na quinta-feira 17, levou a uma corrida às lojas para comprar roupas pretas de luto.

O governo declarou luto oficial de um ano e ordenou que todos usem roupas brancas ou pretas durante todo esse período.

Desde um golpe de estado em 2014, a Tailândia é governada por uma junta militar. O rei tem apenas papel decorativo.

 

Leia também:

O futuro rei de cofrinho de fora, entre outras coisas

Continua após a publicidade

 

Para impedir que os preços das peças subam “além do razoável”, funcionários do ministério do Comércio foram enviados para inspecionar as lojas e impedir aumentos nas peças pretas e brancas.

Muitas pessoas já estão usando o preto em Bangoc desde a morte do monarca, que estava com 88 anos.

Além da exigência das roupas, todas as atividades ao ar livre nos próximos trinta dias tiveram de ser canceladas.

Continua após a publicidade
Publicidade