Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa envia carta a Lula oferecendo ‘proximidade espiritual’

Equipe do ex-presidente postou a mensagem no site oficial do político; Vatican News confirmou a autenticidade do documento

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde abril do ano passado, divulgou em seu site oficial uma carta enviada pelo papa Francisco a ele. No texto, o pontífice manifesta sua “proximidade espiritual” e pede ao petista que não desanime, nem deixe de confiar em Deus.

A mensagem de Francisco seria uma resposta a uma mensagem que Lula havia enviado no início de abril, agradecendo o apoio que o sumo pontífice “tem demonstrado ao povo brasileiro pela justiça e pelos mais pobres”.

No texto, o papa afirma que “a responsabilidade política constitui um desafio permanente para todos aqueles que recebem o mandato de servir ao seu país” e agradece ao ex-presidente pela carta anterior.

O líder da Igreja Católica também manifesta seu pesar pelas “duras provas” que Lula viveu recentemente, numa referência às perdas familiares do ex-presidente, especialmente a de seu neto Arthur, de 7 anos.

O pontífice afirma ainda que uma das lições importantes que o período de Páscoa ensina é que “podemos passar da escuridão para a Luz; do pecado que separa Deus para a amizade que nos une a Ele; o bem vencerá o mal; e a verdade vencerá a mentira”.

O portal oficial de notícias do Vaticano em português, o Vatican News, confirmou a autenticidade da carta a VEJA. Segundo um representante, a mensagem contém o selo do pontífice e foi assinada em 3 de maio.

O responsável pelo Vatican News – Rádio Vaticano, em língua portuguesa, afirmou, contudo, que não cabe à representação do Vaticano divulgar o conteúdo ou recebimento das cartas enviadas pelo pontífice, mas sim ao destinatário.

Nas redes sociais, a frase está sendo utilizada pelos parlamentares da oposição para exaltar o ex-presidente e sua relação com o papa.

Leia a íntegra da mensagem: 

 

 

Carta enviada pelo papa Francisco ao ex-presidente Lula

Carta enviada pelo papa Francisco ao ex-presidente Lula (//Reprodução)

Na carta enviada por Lula ao pontífice, o ex-presidente afirma que está “lutando para provar” sua inocência e que só está preso porque “os poderosos querem destruir toda a rede de proteção e cuidado que construímos para os excluídos”.

A mensagem foi escrita pelo petista em 5 de abril em uma folha de caderno e está endereçada ao “Meu caro Papa Francisco”.

Em junho do ano passado, a equipe do ex-presidente afirmou que Lula recebeu um rosário abençoado de presente do papa Francisco, entregue por meio de um enviado, o argentino Juan Grabois.

No dia seguinte, o Vatican News desmentiu a informação, afirmando que Grabois era, na verdade, “ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz” da Santa Sé e que sua visita ao Brasil foi de cunho pessoal, e não em nome do pontífice. Pouco depois, o portal fez uma nova correção e afirmou que Grabois seguia consultor da Igreja.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. carlos moura

    O crescimento dos evangélicos força a adoção de novas estratégias. O petismo tem uma operação atraente: cobra vinte por cento (víntimo?) dos salários dos seus filiados… Que todos tenham bons empregos, para o bem do partido!

    Curtir

  2. carlos smicelato

    Franciacos sempre fiel a sua tradição de envergonhar a igreja.

    Curtir

  3. Pedro Morais

    Celso Daniel e as almas ceifadas pela roubalheira te esperam…

    Curtir

  4. Paulo Bandarra

    André, o Papa segue outra cartilha.

    Curtir