Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Londres elege Sadiq Khan, o seu 1º prefeito muçulmano

Candidato trabalhista foi o escolhido por 44% dos eleitores londrinos e derrotou seu principal adversário no pleito, o conservador Zac Goldsmith, que teve 35% dos votos

O candidato trabalhista Sadiq Khan venceu as eleições municipais de Londres e se tornou o primeiro prefeito muçulmano de uma capital europeia. O resultado da votação, que aconteceu nesta quinta-feira, foi confirmado com atraso apenas na noite desta sexta. Khan foi o escolhido por 44% dos eleitores (com 1,3 milhão de votos), enquanto o seu principal concorrente, o conservador Zac Goldsmith, angariou 35% dos votos (ou 994.614).

Filho de uma costureira e de um motorista de ônibus paquistanês, Sadiq Khan, 45 anos, nasceu no distrito de Tooting, no sul de Londres, onde estudou em escolas estaduais. Formou-se em direito pela University of North London, atuou como advogado de direitos humanos e foi ministro dos Transportes entre 2009 e 2010, durante o governo de Gordon Brown, tornando-se o primeiro muçulmano a fazer parte da equipe de um primeiro-ministro britânico.

Entre as propostas que Khan fez durante a sua campanha, a principal é resolver a atual crise de habitação na cidade ao construir novas casas. Ele também propôs congelar as tarifas dos transportes públicos, criar novas oportunidades de emprego e desenvolver políticas para a redução da poluição em Londres. “Eu quero que todos os londrinos tenham as mesmas oportunidades que a nossa cidade me deu: uma casa que eles possam bancar, um bom emprego com salário decente, um sistema de transporte moderno, acessível e seguro e um meio ambiente limpo e saudável”, disse ele durante a disputa.

Leia mais:

Eleições locais no Reino Unido: apesar de vitória em Londres, Partido Trabalhista perde espaço

Londres pode eleger seu primeiro prefeito muçulmano nesta quinta-feira

Obama faz apelo a povo britânico para que opte por permanência na UE

Diante do favoritismo de Khan na campanha para a prefeitura de Londres, Zac Goldsmith,filho de bilionários, e seus companheiros conservadores – incluindo o primeiro-ministro britânico, David Cameron – adotaram a estratégia de associá-lo a extremistas muçulmanos. Em entrevista à agência de notícias France-Presse, Khan denunciou a campanha “desesperada” dos conservadores. “Sou londrino, sou britânico, sou de fé islâmica e tenho orgulho de ser muçulmano. Sou de origem asiática, paquistanesa. Sou um pai, sou um marido, sou sofrido torcedor do Liverpool há muito tempo. Sou todas essas coisas”, disse ele.

Escócia – O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, felicitou nesta sexta-feira a líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), a independentista Nicola Sturgeon, pela vitória da formação no pleito autônomo realizado na quinta-feira. O SNP ganhou a maior parte das cadeiras, 63 das 129, em disputa no Parlamento de Edimburgo, embora não tenha atingido a maioria absoluta de 65. Os governistas do Partido Conservador conquistaram 31 cadeiras e deslocaram os Trabalhistas do segundo lugar, com apenas 24 cadeiras.

(Da redação)