Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Líderes mundiais e ONU adotam metas para enfrentar problemas globais

Objetivos são: acabar com a pobreza, combater a desigualdade, defender os direitos humanos e a igualdade de gênero, proteger o planeta e fomentar o crescimento sustentável

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 09h42 - Publicado em 25 set 2015, 10h23

Líderes de quase 200 nações irão adotar nesta sexta-feira uma extensa plataforma de metas globais para combater a pobreza, a desigualdade e as mudanças climáticas, no esforço mais amplo e abrangente já feito pela Organização das Nações Unidas para combater problemas mundiais. A aprovação dos dezessete Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ou ODS, encerra três anos de debates e negociações com a participação de quase todos os cantos do mundo, dizem os organizadores, e fornece um roteiro para que os países financiem e criem a mudança.

Os objetivos para um período de 15 anos visam acabar com a pobreza, combater a desigualdade, defender os direitos humanos, promover a igualdade de gênero, proteger o planeta e criar condições para um crescimento sustentável e paz e prosperidade compartilhada. Eles vão substituir o plano anterior de ações da ONU, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, aprovados em 2000. O grande diferencial dos ODS é que eles foram desenvolvidos e formatados em parceria com a sociedade civil e a iniciativa privada. O programa Pacto Global é o braço da ONU que atua em conjunto com as empresas e as metas serão implantadas e aperfeiçoadas entre 2016 e 2030.

Leia também

ONU cobra que todos os países da UE recebam refugiados

ONU pede que Venezuela respeite opositores e ativistas

Continua após a publicidade

Os defensores dizem que os ODS vão muito além, abordando as causas profundas das questões como a pobreza e examinando os meios e os objetivos. Eles também foram moldados para serem universais em vez de aplicados apenas ao mundo em desenvolvimento. Os 193 países-membros devem aprovar os ODS nesta sexta-feira, depois de um pronunciamento pela manhã do papa Francisco e uma apresentação da cantora colombiana Shakira, interpretando “Imagine”.

A adoção das metas está longe de ser um evento protocolar, disse Amina Mohammed, secretária-geral adjunta e conselheira especial sobre Planejamento do Desenvolvimento pós 2015. Amina e outros alto funcionários da ONU vão ouvir atentamente os líderes mundiais que falarão durante a cúpula de três dias, que termina no domingo. “Minha maior preocupação é que nós não tenhamos clareza nos compromissos dos líderes com esta agenda”, disse ela. “Os problemas são enormes, então, a resposta tem que ser enorme.”

Brasil – A Rede Brasileira do Pacto Global é a instituição responsável por incentivar e promover os ODS no Brasil. Com cerca de 700 empresas e instituições, a rede brasileira já é a quarta maior do mundo e algumas práticas – como o uso mais racional da água e o incentivo para contratar refugiados – já estão sendo adotadas por algumas companhias. Dentre os apoiadores desse plano global de metas, figura a Editora Abril, que edita VEJA.

Vídeo: Brasil é protagonista em programa da ONU para a sustentabilidade

https://www.youtube.com/watch?v=ztx0B8GEFBU

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)