Clique e assine com até 92% de desconto

Líderes americanos criam centro regional contra criminalidade

Por Eitan Abramovich 15 abr 2012, 19h23

Os países reunidos na VI Reunião de Cúpula das Américas, em Cartagena, decidiram neste domingo criar um centro interamericano contra o crime organizado, com sede no México, informou o presidente mexicano, Felipe Calderón.

“O México propôs, e a Cúpula aprovou, a criação de um sistema interamericano contra o crime organizado” antes do final do ano, declarou Calderón em entrevista coletiva.

O presidente destacou que a proposta recebeu “o apoio unânime” dos 33 países participantes da Cúpula, incluindo Estados Unidos, Canadá e as demais Nações da Organização dos Estados Americanos (OEA).

“Porque queremos que funcione, vamos tomar as primeiras medidas para organizá-lo. Vamos criar o centro e vamos convocar os países, organizar as reuniões e dar o acompanhamento técnico”.

“O fruto destas deliberações irá configurar uma rede continental que articule as políticas e as ações para se por em prática no terreno”, afirmou o líder mexicano.

Continua após a publicidade
Publicidade