Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líder religioso que abençoou posse de Evo é preso

A polícia encontrou 240Kg de cocaína na casa de Valentin Mejillones

O líder religioso aimará Valentin Mejillones, que abençoou o presidente Evo Morales durante sua posse para um segundo mandato em janeiro de 2006, foi preso nesta quinta-feira por fabricar cocaína. Cerca de de 240Kg da droga em estado líquido foram encontrados na casa do sacerdote, em El Alto, na região metropolitana de La Paz. Segundo o jornal boliviano Eldeber, a polícia avalia o material em 300 mil dólares.

O filho de Mejillones e outros dois colombianos que estavam no local também foram presos. O sacerdote alega ter apenas alugado o imóvel para os colombianos, que fariam pastilhas e pomadas. No entanto, de acordo com a Força Especial de Luta contra o Tráfico de Drogas (FELCN), Mejillones acompanhava o trabalho de produção de cocaína e fornecia avisos sobre a possível presença de policiais no bairro.

O vice-presidente da Bolívia, Alvaro Garcia Linera, disse que o líder religioso, “sendo próximo ou não de uma autoridade do Estado, deve responder por seus atos perante a justiça, como qualquer cidadão”. Ainda segundo Linera, o governo não pode responder pelo comportamento de Mejillones.

O coronel Félix Molina, diretor do departamento de narcóticos da polícia boliviana, informou que o flagrante foi feito enquanto o religioso processava a droga, usando roupas cerimoniais. O sacerdote tem o título de amauta, o líder mais alto da etnia aimará.