Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Líder da oposição russa Alexei Navalny é libertado, mas será julgado

Impedido de disputar eleições, Alexei Navalny foi detido junto a 1.600 opositores durante manifestações anti-Putin não autorizadas em toda a Rússia

Por agência France-Presse Atualizado em 6 Maio 2018, 11h56 - Publicado em 6 Maio 2018, 11h55

O principal opositor do Kremlin, Alexei Navalny, preso no sábado durante uma manifestação contra o presidente Vladimir Putin, foi libertado neste domingo e será julgado na próxima semana, informou sua advogada. Navalny e cerca de 1.600 opositores foram detidos no sábado durante manifestações anti-Putin não autorizadas em toda a Rússia.

Estas manifestações, realizadas sob o lema “Não é o nosso czar”, ocorreram dois dias antes da posse do homem forte do Kremlin para um quarto mandato presidencial.

Navalny não conseguiu concorrer na eleição presidencial de 18 de março, vencida por Putin com mais de 76% dos votos, por causa de uma condenação judicial que ele denuncia como perseguição política pelo Kremlin.

  • O opositor, que foi preso no centro de Moscou, anunciou no Twitter que foi libertado na madrugada deste domingo, pouco depois da meia-noite.

    “Parece que a ordem é não me ter na prisão antes da posse” de Putin, escreveu Navalny no Twitter. Segundo ele, foi acusado de organizar uma manifestação não autorizada e resistência à polícia.

    Sua advogada Veronika Poliakova indicou que um tribunal de Moscou examinará seu caso na próxima sexta-feira. Este ano Alexei Navalny já foi preso, processado e libertado por organizar manifestações não autorizadas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade