Clique e assine a partir de 9,90/mês

Líbia: confronto em Benghazi deixa quatro mortos

Por Por Dominique Soguel - 31 jul 2011, 15h42

Quatro insurgentes morreram na madrugada deste domingo em uma ofensiva contra um grupo de homens armados partidários de Muamar Kadhafi e suspeitos do assassinato na quinta-feira do general Abdel Fatah Yunes, anunciou a rebelião líbia em Benghazi (leste).

“Foi uma longa batalha e durou várias horas, porque tinham muito armamento. Perdemos quatro homens”, declarou o porta-voz dos rebeldes, Mahmoud Shaman, que deu conta de 20 feridos nas filas de Kadhafi.

“No final prendemos 31 deles”, afirmou o porta-voz rebelde, que informou que se tratava de um grupo de fiéis ao regime de Kadhafi suspeito de ter organizado uma fuga de uma prisão esta semana.

A operação teve “100% de êxito”, declarou Ismail al Salabi, responsável das operações militares na “Brigada de 17 de fevereiro”, que trabalha para o Ministério do Interior, organismo que dirigiu a operação depois que o Conselho Nacional de Transição (CNT, órgão político da rebelião), ordenou no sábado à noite que todas as milícias entregassem as armas e se unissem ao CNT.

Segundo o responsável da segurança de Benghazi, reduto da rebelião, Fareed Yuwayli, vários prisioneiros de guerra fugidos de uma prisão esta semana se encontravam entre os homens armados, que tinham se atrincherado em uma fábrica.

“Se negaram a negociar e a se entregar, por isso, foi organizado um ataque”, explicou o responsável em coletiva de imprensa.

Segundo o responsável rebelde, o grupo, identificado como brigada Shakir, é suspeito do assassinato na quinta-feira do general Abdel Fatah Yunes, um ex-pilar do regime do coronel Muamar Kadhafi, que passou aos rebeldes e se tornou seu chefe de Estado Maior.

O grupo tinha em sua posse explosivos e previa cometer atentados com carr-bomba em Benghazi, completou.

No oeste do país, os rebeldes tomaram neste domingo de manhã o povoado de Joch, na região montanhosa de Yebel Nefusa, segundo jornalistas da AFP.

Continua após a publicidade
Publicidade