Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liberais egipcios retiram-se de votação da Constituinte

Os parlamentares liberais egípcios, em conflito com seus colegas islâmicos majoritários, anunciaram neste sábado que se retiravam da votação crucial para designar os membros da comissão encarregada de redigir a nova Constituição.

“Todos nossos parlamentares se retiraram”, declarou Naguib Sawiris, fundador do Partido dos Egípcios Livres, o partido liberal mais representado no Parlamento dominado pelos islamitas, expressando-se em nome de seu partido e de uma coalizão de pequenos partidos de esquerda e laicos.

“É ridículo”, completou. “Uma Constituição redigida por uma só força. Fizemos o melhor possível, mas em vão”.

Depois de uma série de reuniões preparatórias, o Parlamento egípcio devia designar neste sábado os 100 membros da comissão constituinte: 50 deputados e senadores e 50 personalidades públicas e membros de sindicatos.

Temendo um controle dos islamitas, várias organizações laicas que foram os motores da revolta que provocou a queda de Hosni Mubarak em fevereiro de 2011 convocaram protestos perto do Centro de convenções, no Cairo, onde os parlamentares estão reunidos.

A antiga Constituição foi derrogada depois da queda do regime de Mubarak em fevereiro de 2011 e substituída em março por uma declaração constitucional adotada por referendo, que manteve certos princípios de base esperando um novo texto.