Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líbano garante que não reconhecerá o opositor Conselho Nacional Sírio

Beirute, 24 mar (EFE).- O ministro de Relações Exteriores do Líbano, Adnan Mansur, assegurou que seu país deve ajudar à Síria a superar sua crise e não reconhecerá o opositor Conselho Nacional Sírio (CNS), informou neste sábado o jornal libanês ‘As Safir’.

Mansur assinalou que as autoridades libanesas não participarão de nenhuma reunião na qual esteja presente o CNS, que agrupa os principais grupos da oposição ao regime de Bashar al Assad, já que isso implicaria em seu reconhecimento como interlocutor.

Em sua opinião, o Líbano deve ‘ajudar à Síria a pôr fim à crise e não a outros que estão contra ela’.

‘É vergonhoso desejar estabilidade e segurança para a Síria? É vergonhoso rejeitar a intervenção estrangeira nos assuntos internos desse país? É vergonhoso rejeitar as sanções econômicas e comerciais a esse Estado?’, perguntou.

O Líbano, que esteve controlado durante quase três décadas pela Síria, se absteve de apoiar qualquer resolução ou projeto perante a comunidade internacional ou a Liga Árabe que seja contrário às autoridades de Damasco, apesar de parte de sua população criticar essa postura. EFE