Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lee pede ao Japão compensação para as escravas sexuais durante ocupação

Tóquio, 18 dez (EFE).- O presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, reivindicou neste domingo ao primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, que o Japão indenize as mulheres coreanas utilizadas como escravas sexuais pelo Exército Imperial japonês antes e durante a Segunda Guerra Mundial.

Ambos os líderes mantiveram em Kioto (centro do Japão) uma reunião na qual a questão das compensações a estas mulheres dominou boa parte das conversas, embora tenham abordado também a cooperação econômica e a situação com a Coreia do Norte, segundo a agência local de notícias ‘Kyodo’.

Durante a reunião, o líder sul-coreano pediu a Noda para ter ‘a coragem sincera para resolver, de forma prioritária, o assunto’ das mulheres utilizadas como escravas sexuais durante a ocupação japonesa de Coreia entre 1910 e 1945.

Lee ressaltou que a questão se levanta como ‘um obstáculo nas relações bilaterais’.

Calcula-se que até 200 mil mulheres, em sua maioria coreanas mas também de outros países ocupados pelo Japão, foram forçadas a trabalhar em bordéis militares, chamados eufemisticamente ‘casas do conforto’. EFE