Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Le Monde: ‘pai dos pobres vai dormir em cela de poucos metros quadrados’

Imprensa mundial repercutiu prisão do ex-presidente Lula com destaque

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi destaque em uma série de veículos internacionais. O francês Le Monde manchetou o caso em seu site: “o ícone da esquerda, o ‘pai dos pobres’ e porta-voz da luta dos trabalhadores vai dormir em uma cela de poucos metros quadrados nesta noite”, escreveu.

Em uma série de reportagens especiais, o jornal francês também lembrou a trajetória do ex-presidente. “Lula, a queda do ícone da esquerda brasileira”, diz uma matéria de retrospectiva.

O periódico americano The Washington Post também lembrou a notoriedade de Lula, exaltada pelo ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama. “Ex-presidente brasileiro Lula, que já foi o ‘político mais popular do mundo’, se entrega para cumprir tempo de prisão”, diz a manchete do jornal.

Para o The New York Times, a prisão do petista representa “o maior triunfo de anos de esforço de juízes e promotores” que combatem a corrupção no Brasil.

O Financial Times ressaltou a figura divisiva que Lula se tornou nos últimos anos. “Enquanto partidários da esquerda o adoram, as pesquisas mostram que a maioria dos brasileiros queria vê-lo atrás das grades”, afirma o jornal americano.

Já a versão espanhola do El País lembrou uma das frases dita pelo ex-presidente durante seu discurso deste sábado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC: “A morte de um combatente não para a revolução”. Segundo o jornal, Lula falou “esculpindo cada frase como se fosse destinado aos livros de história”.

Para o inglês The Guardian, a prisão do petista marca “o fim de uma era inconfundível para a esquerda brasileira”.

 

The Guardian

The Guardian (The Guardian/Reprodução)

Lula chegou a Curitiba na noite de sábado e foi levado de helicóptero para a Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense, onde vai começar a cumprir a pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele foi condenado no processo do tríplex no Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Não sabia que os pobres escolheram como padrasto uma pessoa que montou uma quadrilha para roubar deles mesmos. Quem rouba milhões dos cofres públicos, rouba dos ricos?

    Curtir

  2. Os comentários apresentados dos jornalistas só reforçam que o Brasil até hoje é solenemente ignorado e com isso desconhecido. É um festival de comentários pobres, superficiais que demonstram um profundo desconhecimento e uma leitura errada da situação real

    Curtir

  3. Publicam a verdade que alguns cegos e surdos aqui desconhecem.
    Vimos ontem a “grande” comoção popular contra a prisão deste bandido. Tirando uma minoria de grupos bem suspeitos, ficou claro que o povo queria mesmo ver esse safado preso. Cadê as dezenas ou centenas de milhões que apoiavam o Lula? Tudo mentira. O PT sempre forjou mentiras. O povo está mesmo é cansado da corrupção, seja de quem for. E agora até o mundo já sabe disso.

    Curtir

  4. O francês Le Monde manchetou o caso em seu site: “o ícone da esquerda, o ‘pai dos pobres’ e porta-voz da luta dos trabalhadores vai dormir em uma cela de poucos metros quadrados nesta noite”, escreveu. Como sempre, os gringos não sabem de po… nenhuma do Brasil !! Aqui é tudo mentira !!

    Curtir

  5. Não é pai dos pobres é LADRÃO DO POVO E LADRÃO DOS POBRES. Essa fala do Le Monde é um bom indicativo porque a França é um país DECADENTE.

    Curtir

  6. Saqueou o povo brasileiro, enriqueceu e enriqueceu ainda mais os já milionários/bilionários (Odebrecht, OAS, JBS…).

    Curtir

  7. Pacífico Guerra

    Sou pobre, mas ele não é meu pai, o meu pai era pobre, mas HONESTO.

    Curtir