Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Latinos protestam contra Trump em San Diego

Ato contra virtual candidato republicano termina em confusão em cidade próxima à fronteira com o México

A visita do virtual candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, a San Diego (estado da Califórnia) gerou protestos que atraíram mais de mil pessoas e levaram à prisão mais de dez manifestantes neste sábado.

As manifestações começaram cedo nos arredores do Centro de Convenções de San Diego, mas a situação só começou a ficar tensa entre correligionários e opositores de Trump no fim do discurso do magnata, o que obrigou a polícia de San Diego a ordenar a evacuação da área. Centenas de policiais participaram da operação e muitos deles permaneceriam no local para tentar garantir a segurança do público. Não haviam sido reportados oficiais feridos ou danos a propriedades.

A anunciada visita do republicano contou com um esquema de segurança envolvendo policiais dos três níveis de governo, para evitar uma escalada nos distúrbios.

As mobilizações contrárias ao discurso de Trump foram organizadas por organizações civis, principalmente grupos de defesa dos direitos dos imigrantes. “A comunidade fronteiriça está dando a ele (Trump) as boas-vindas que ele merece desde que iniciou sua campanha e se dedicou a agredir as comunidades latina, de imigrantes, mulheres e árabes”, afirmou Christian Ramírez, diretor da Southern Border Communities Coalition (“Coalizão de Comunidades da Fronteira Sul”, em tradução livre).

(Com agências de notícias)