Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kuczynski vence eleição presidencial no Peru com 50,12% dos votos

A contagem de votos levou quatro dias, mas o candidato de centro-direita conseguiu superar por pequena margem sua rival, Keiko Fujimori

O economista de centro-direita Pedro Pablo Kuczynski venceu as eleições presidenciais do Peru, ao fim de uma contagem de votos que levou quatro dias. Kuczynski obteve 50,12% dos votos no segundo turno e superou por pequena margem sua rival, Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, que conseguiu 49,88% dos votos na eleição. O anúncio do resultado oficial de sua vitória será feito, porém, após a revisão de 0,2% dos votos.

“É hora de trabalhar juntos pelo futuro do nosso país”, escreveu Kuczynski em sua página no Twitter. “Obrigado, Peru”. A diferença de votos válidos entre os dois candidatos foi de 41.438 votos – o membro do partido Peruanos por el Kambio (PPK, as mesmas iniciais do candidato) ganhou 8.580.474 votos, enquanto Keiko Fujimori obteve 8.539.036.

Leia mais:

Eleições no Peru: entenda a demora na apuração dos votos

Após 99% das urnas apuradas, Kuczynski lidera eleição peruana por apenas 0,3%

Peru escolhe presidente em duelo entre Fujimori e Kuczynski

Ex-banqueiro de Wall Street e ex-ministro da Economia, Kuczynski começou a ganhar terreno na reta final da disputa, estimulado pelo bom desempenho no último debate presidencial, pelo apoio da maioria dos candidatos derrotados no primeiro turno – incluindo a popular candidata de esquerda Verónika Mendoza – e por um protesto organizado por grupos civis contra a candidatura de Fujimori.

Apesar do apoio popular, o economista de 77 anos sabe que terá de estender pontes ao fujimorismo, que controla 73 dos assentos do Congresso que assumirá em 28 de julho – seu partido tem apenas dezoito representantes. O apoio dos parlamentares será vital para que ele possa promover reformas no país.

(Da redação)