Clique e assine a partir de 9,90/mês

Kim Jong-un recusa convite para reunião com presidente da Coreia do Sul

Regime da Coreia do Norte criticou Seul por dependência de países estrangeiros e falta de autonomia

Por Da Redação - Atualizado em 21 nov 2019, 12h08 - Publicado em 21 nov 2019, 11h46

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, rejeitou nesta quinta-feira, 21, um convite do presidente sul-coreano, Moon Jae in, para uma reunião de cúpula regional na semana que vem na cidade de Busan.

Segundo a imprensa estatal norte-coreana, Kim recebeu uma carta do presidente sul-coreano no dia 5 de novembro, mas o regime norte-coreano disse não ter encontrado razões para participar do evento. Pyongyang agradeceu o convite e disse estar cientes de toda a preparação feita para a visita ao país vizinho.

A imprensa estatal norte-coreana atribui a recusa de Kim à dependência da Coreia do Sul de países estrangeiros. “Como podemos nos sentar cara a cara e resolver as coisas com um parceiro que confia somente em atores estrangeiros sem nenhuma independência e atitude autônoma?”, afirmou a Agência Central de Notícias Coreana (KCNA).

Moon e Kim se reuniram três vezes no último ano, mas as relações entre as duas Coreias esfriaram após o fracasso da reunião de cúpula entre o presidente americano, Donald Trump, e o ditador norte-coreano em fevereiro. Um acordo de desnuclearização em troca das retiradas de sanções impostas por Washington não deve acontecer tão rapidamente.

Continua após a publicidade

(Com AFP)

Publicidade