Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Karzai menciona possibilidade de eleições antecipadas no Afeganistão em 2013

Por Shah Marai - 12 abr 2012, 09h28

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, revelou nesta quinta-feira que considera a possibilidade de uma eleição presidencial antecipada em 2013, e não em 2014, para coincidir com o início da retirada anunciada do país das tropas da Otan e dos Estados Unidos.

“Organizar a eleição presidencial um ano antes, em 2013. É uma eventualidade sobre a qual estive refletindo”, disse o presidente afegão à imprensa durante uma visita do secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen.

Karzai chegou ao poder em 2001 depois que uma coalizão liderada pelos Estados Unidos derrubou os talibãs. Posteriormente, foi eleito por voto universal em 2004 e 2009, em duas eleições salpicadas por fraudes generalizadas, e deveria finalizar seu mandato em 2014.

As forças da Otan, composta em mais de dois terços por soldados americanos, combate há 10 anos a insurreição dos talibãs, e sustentam um governo a cada dia mais impopular, acusado por organizações não governamentais de corrupção e ineficácia generalizadas.

Publicidade