Clique e assine a partir de 9,90/mês

Justiça da Romênia invalida destituição de presidente

Traian Basescu foi cassado em um processo criticado por Europa e EUA

Por Da Redação - 21 ago 2012, 17h53

A justiça romena invalidou nesta terça-feira o referendo sobre a destituição do presidente Traian Basescu. A decisão foi adotada por seis votos contra três, a maioria exigida pela lei neste tipo de caso.

Com o resultado, o chefe de estado vai retomar a Presidência, cargo para qual foi eleito até 2014. Basescu aguarda o envio da sentença ao Parlamento, o que deve ocorrer no final desta semana, para reassumir o mandato.

O presidente romeno foi suspenso de suas atividades no começo de julho pelo Parlamento. Ele foi acusado de cometer graves violações contra a Constituição ao assumir funções que não cabiam a seu cargo. Na ocasião, declarou que a medida se tratava de uma tentativa de golpe por parte de políticos da oposição por causa de suas medidas contra corrupção. O processo de impeachment foi criticado por União Europeia e Estados Unidos.

Leia também:

Continua após a publicidade

Começa plebiscito que decidirá se presidente romeno será destituído

Sua destituição foi legitimada por um plebiscito realizado no final do mês passado: mais de 87% dos eleitores votaram pela saída de Basescu, cuja popularidade caiu depois da adoção de medidas de austeridade em 2010. A votação foi questionada, pois o índice mínimo de participação (50% dos registrados mais um) para que o referendo seja validado não foi atingido.

(Com Agência France-Presse)

Publicidade