Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Julgamento de DSK: partes retiram pedido de reparação

Advogados de quatro prostitutas desistiram de pedir reparação por danos por considerar que acusação contra ex-presidente do FMI é difícil de provar

Por Da Redação
16 fev 2015, 20h10

Os advogados de quatro prostitutas que participaram de orgias organizadas para Dominique Strauss-Khan anunciaram nesta segunda-feira a retirada do pedido de reparação por danos, afirmando que seria muito difícil provar a acusação contra o ex-presidente do Fundo Monetário Internacional.

Strauss-Khan, de 65 anos, é acusado de exploração da prostituição e está sendo julgado, junto com outros treze réus, na cidade de Lille, na França. Segundo a acusação, as festas sexuais foram realizadas entre 2008 e 2011 em Lille e também em Bruxelas, Paris e Washington.

Leia também:

Strauss-Kahn diz que não sabia que mulheres em orgias eram prostitutas

Strauss-Kahn volta à ativa: será assessor econômico da Sérvia

Continua após a publicidade

O anúncio foi um passo inesperado no primeiro dia da última semana de julgamento e sugere que o argumento da defesa de Strauss-Khan – de que ele não tinha ideia de que as mulheres nas festas eram prostitutas – pode estar funcionando. Mesmo com a retirada dos pedidos de reparação de danos, as mulheres continuam como partes civis no processo criminal.

Se for condenado, Strauss-Kahn pode pegar até 10 anos de prisão e ter de pagar multa de 2 milhões de dólares.

Em maio de 2011, Strauss-Kahn foi detido depois de a camareira de hotel Nafissatou Diallo o ter acusado de ataque sexual. Ele negou a acusação, que foi posteriormente indeferida pelos procuradores de Nova York. Posteriormente, seus advogados chegaram a um acordo civil com Diallo, mas os detalhes não foram divulgados. Após sua prisão em Nova York, Strauss-Kahn deixou o cargo no FMI, divorciou-se e abandonou a vida política.

(Com agência Reuters)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.