Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jovem que empurrou criança de museu é acusado de tentativa de assassinato

Adolescente jogou menino de 6 anos do 10º andar de prédio turístico de Londres; criança ficou gravemente ferida

O jovem de 17 anos acusado de jogar um menino de 6 anos do décimo andar do museu de arte moderna Tate Modern de Londres foi indiciado por tentativa de assassinato nesta terça-feira, 6, segundo a polícia da capital do Reino Unido.

O nome do suspeito não foi divulgado pelas autoridades locais porque ele é menor de idade. O réu compareceu a um tribunal especial para menores em Bromley, sudeste de Londres, nesta terça.

O menino de 6 anos, que visitava Londres com a família, ficou gravemente ferido e está em condição “crítica, mas estável”.

No domingo 4 à tarde, a criança foi empurrada do 10º andar do museu e caiu em um telhado do quinto andar. O garoto foi atendido e depois levado de helicóptero para um hospital.

O suspeito foi detido no local do ataque. Ele não conhecia a vítima, segundo a polícia, que considera o incidente um “ato isolado, sem motivação clara ou aparente”.

A polícia fez um pedido para que testemunhas prestem depoimento. Nancy Barnfield, uma mulher de 47 anos que estava no mesmo andar, disse que ouviu um barulho “forte” após a queda do menino. Em seguida, escutou uma mulher gritando “Onde está meu filho?”, informou a agência de notícias PA.

“Ouvi gritos e uma mulher que tremia e chorava desesperadamente”, disse Olga Malchevska, jornalista da BBC que estava no museu com o filho de 4 anos.

Várias pessoas cercaram o suposto agressor e aguardaram a chegada da polícia, afirmou Nancy. Ela disse ainda que o suspeito parecia tranquilo.

A Tate Modern, um museu de arte moderno às margens do Tâmisa, é um dos locais turísticos mais visitados do Reino Unido.

(Com AFP e EFE)