Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jornalista e ativista opositor sírio é detido em Damasco

Cairo, 16 fev (EFE).- As forças de segurança sírias prenderam nesta quinta-feira o jornalista e ativista de direitos humanos Mazen Darwish, junto com vários colegas de profissão durante uma operação no escritório de sua organização em Damasco, anunciou uma fonte da oposição.

O membro dos opositores Comitês de Coordenação Local (CCL), Hozam Ibrahim, explicou à Agência Efe que seu grupo não conseguiu confirmar a identidade dos demais detidos, já que as forças de segurança fecharam o acesso ao local no momento da operação.

Darwish é o diretor do Centro Sírio para os Meios de Comunicação e Liberdade de Expressão e seu trabalho atual estava centrado na documentação das violações de direitos humanos na Síria, principalmente em relação à liberdade de imprensa e expressão.

O ativista dos CCL indicou que não é a primeira vez que Darwish é preso desde o início da revolta contra o regime do presidente sírio, Bashar al Assad, em março de 2011.

O regime de Damasco acusou o jornalista em várias ocasiões de ‘colaborar com partes estrangeiras e divulgar informações falsas’ e fechou o escritório do Centro Sírio para os Meios de Comunicação e Liberdade de Expressão, de acordo com Ibrahim.

As campanhas de detenções contra os ativistas se tornaram frequentes nos 11 meses de protestos contra Assad, nos quais morreram mais de 5.400 pessoas, segundo os números divulgados pela ONU em janeiro. EF

mv-ms/mj-rsd