Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Jihadistas sunitas capturam três cidades na província iraquiana de Anbar

Objetivo é criar califado islâmico ignorando limites estabelecidos há um século

Por Da Redação 22 jun 2014, 12h20

Jihadistas sunitas marcharam em direção ao leste de um posto de controle de fronteira entre o Iraque e a Síria neste domingo, capturando três cidades da província ocidental de Anbar, em mais um esforço para expulsar as forças de segurança iraquianas de regiões sunitas muçulmanas, disseram testemunhas e fontes de segurança. Os insurgentes, liderados pelo grupo extremista Estado Sunita Militante do Iraque e do Levante (ISIL), pressionaram o exército das cidades e vilarejos em todo o norte e oeste do Iraque nas duas últimas semanas, chocando o governo liderado pelos xiitas.

Leia também

Iraque pede para os EUA bombardearem jihadistas

Jihadistas avançam sobre a maior refinaria iraquiana

Exército iraquiano evita ataque contra cidade próxima a Bagdá

Continua após a publicidade

No sábado, os combatentes tomaram o posto de controle perto da cidade de Al Qaim, ajudando o ISIL a garantir as linhas de abastecimento para a Síria, onde ele tem se aproveitado do caos dos três anos de revolta contra o presidente Bashar al-Assad, para estabelecer uma importante presença na região. O objetivo declarado do ISIL é criar um califado islâmico que vai ignorar os limites estabelecidos pelas potências coloniais, há um século. Tribos sunitas nas regiões fronteiriças predominantemente desertas ocupam os dois lados da fronteira.

A queda de Qaim representou mais um passo para a concretização dos objetivos militares do ISIL, como uma fronteira do século 20 que pareceu desmoronar em um dia. No domingo, militantes sunitas liderados pelo ISIL, expandiram seu controle para a cidade de Rawa e Ana, ao longo do Rio Eufrates, ao leste de al Qaim, assim como a cidade de Rutba, mais ao sul, em uma estrada que liga a Jordânia a Bagdá.

Mapa da área de influência do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL)
Mapa da área de influência do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) VEJA

Um oficial da inteligência militar disse que as tropas se retiraram de Rawa e Ana depois que os militantes do ISIL atacaram os assentamentos na noite de sábado. “�Tropas do exército se retiraram de Rawa, Ana e Rutba hoje de manhã e o ISIL agiu rapidamente para controlar completamente essas cidades”,� disse o funcionário, falando sob condição de anonimato. “�Eles conquistaram Ana e Rawa hoje de manhã, sem lutar”.

O escritório do comando militar do primeiro-ministro, disse que não tinha comentários imediatos a fazer e que fará uma atualização dos acontecimentos em uma entrevista coletiva mais tarde, no domingo.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade