Clique e assine com até 92% de desconto

Jihadistas comemoram ataque a boate gay na internet

Por Da Redação 12 jun 2016, 13h08

Um grupo de jihadistas classificou o ataque à boate gay em Orlando como o “melhor presente de Ramadã”, o mês sagrado dos islâmicos, informou Rita Katz, diretora do portal SITE – que monitora a atividade dos extremistas na internet. Segundo Katz, eles ainda escreveram “Que Alá possa aceitar esse herói que fez isso e inspirar outros a fazer o mesmo”. Apesar das mensagens, ainda não foi confirmado que a ação tenha ligação com os terroristas islâmicos.

Um atirador invadiu a boate Pulse e abriu fogo contra as pessoas, matando 50 e ferindo outras 53. O homem, que foi morto pela polícia, foi identificado como Omar Saddiqui Mateen, cidadão americano de origem afegã.

Leia também

Pai de atirador de Orlando aponta motivo homofóbico

Atirador ataca boate gay nos EUA e mata 50 pessoas

Obama envia autoridades federais para ajudar em investigação do ataque em Orlando

(Com Ansa)

Continua após a publicidade
Publicidade