Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Jeitinho’: jornal dos EUA lista termos para entender o Brasil

Petralha, coxinha e zoeira são alguns dos termos escolhidos pelo jornal americano para ajudar os turistas da Rio 2016 a entender o Brasil atual

Muitos gringos que já desembarcaram ou chegarão ao Rio de Janeiro nas próximas duas semanas para acompanhar a Olimpíada devem aprender bem rápido o significado de expressões cotidianas em português como ‘obrigado’ e ‘bom dia’. O jornal americano Washington Post foi além e listou algumas palavras que estão em alta entre os brasileiros e ajudam a descrever a atual situação do país, mas que os turistas não devem encontrar nos seus dicionários de bolso.

O periódico explica o significado de termos como “petralha”, “coxinha” e “zoeira”. Segundo o Post, “a cultura brasileira está muito mais complicada” nos últimos dias e essas novas expressões “contam uma história muito mais complexa” sobre o contexto atual do nosso país.

LEIA TAMBÉM:
Segundo Washington Post, “petralha” é uma das seis palavras para entender o Brasil de hoje
Rio-2016: a festa começa hoje

Além do significado dos termos, o jornal ainda ajuda os gringos com a pronúncia das palavras em português:

Gourmetização (gor-MAY-tee-zah-sahw)      

Segundo o Washington Post, gourmetização é o ato de tornar as coisas “mais sofisticadas e consequentemente mais caras”. O clássico cachorro-quente, que custava 5 reais, agora leva ingredientes extravagantes, como queijo gorgonzola e cogumelos shiitake, e passou a custar 11 reais. Para o jornal, essa tendência destaca a cultura do consumo em nosso país.

Petralha (pet-RAL-ya)

“Petralha é uma gíria negativa usada pelos brasileiros que defendem o impeachment da presidente Dilma Rousseff para se referir aos apoiadores do esquerdista Partido dos Trabalhadores”, explica o Post. Alguns dos estereótipos desse grupo, segundo o jornal americano, são trabalhadores sindicalistas em greve e universitários barbudos com especialização em sociologia.

Coxinha (koh-SHEEN-ya)

O Post destaca que, além do típico salgado brasileiro, a palavra coxinha também se refere aos apoiadores dos políticos de centro-direita e do processo de impeachment de Dilma. “A imagem negativa estereotipada de um coxinha é um playboy rico e burguês, vestindo uma camisa polo pastel de colarinho alto, usando óculos Ray-Ban comprados em Miami e ostentando um grande relógio que seu pai lhe deu de Natal”, descreve o jornal.

Jeitinho (zhay-CHEEN-yo)

Segundo o Washington Post, o jeitinho é a habilidade de “esquivar-se de situações difíceis”. “Mas há também uma conotação negativa dado ao jeitinho, que muitas vezes é usado como um caminho para a corrupção”.

Zoeira (zoh-AIR-ah)

“Na linguagem moderna, refere-se ao ato de fazer piada, mesmo quando as coisas estão ruins”, explica o Post aos seus leitores. O jornal usa como exemplo a capacidade dos brasileiros de criar seus famosos memes e cita a frase que os gringos deverão ouvir com frequência por aqui: “The zoeira never ends”.

Crise (KREE-see)

A única palavra com fácil tradução para o inglês aparece na lista por ser muito usada para descrever a “uma das maiores recessões da história do país”. De acordo com o Post, a palavra crise explica “por que algo deu errado no último ano”, e dá um exemplo: “Não viajamos nas férias porque, você sabe, né, a crise”.