Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jeb Bush abre corrida republicana pela Casa Branca

Filho e irmão de ex-presidentes, ex-governador da Flórida disse que 'vai explorar ativamente a possibilidade' se apresentar seu nome para disputar a presidência em 2016

O ex-governador da Flórida Jeb Bush, de 61 anos, filho de um ex-presidente (George H. W. Bush) e irmão de outro (George W. Bush), anunciou nesta terça-feira que “vai explorar ativamente a possibilidade” de concorrer à Presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2016.

Em mensagens divulgadas em sua página no Facebook e em sua conta no Twitter, Jeb afirmou que tomou a decisão depois de refletir com sua família sobre o futuro da nação. Afirmou ainda que pretende criar um comitê em janeiro para discutir com os americanos “os desafios mais críticos que se apresentam diante de nossa nação excepcional”.

Leia também:

Bush pai raspa cabelo em solidariedade a filho de segurança

Obama indica ex-funcionário de Bush para comandar FBI

O jornal The Washington Post destacou que o anúncio de Jeb embaralha o campo republicano e afeta a captação de recursos para outros possíveis candidatos, como o governador de Nova Jersey, Chris Christie, do Texas, Rick Perry, e o senador Marco Rubio, da Flórida. Nomes menos conhecidos, como o de John Kasich, governador de Ohio, ou Mike Pence, de Indiana, também devem ter mais dificuldades para ganhar terreno. Também levanta dúvidas sobre a capacidade de Mitt Romney, que disputou as últimas eleições com Barack Obama, candidatar-se mais uma vez.

O anúncio deve acelerar os planos dos que aspiram a se tornarem candidatos à presidência. Os doadores do partido já esperavam por um posicionamento de Jeb. Agora, segundo o jornal, um grande número de financiadores deve correr para apoiá-lo, reduzindo as opções para outros candidatos.

Genealogia – Jeb é o quarto membro da família Bush que pretende concorrer a um cargo político de projeção nacional. Seu pai, George H. Bush, foi vice-presidente e presidente dos EUA entre 1989-1992. Seu irmão mais velho, George W., foi presidente entre 2001 e 2009. Antes, seu avô, Prescott, havia cumprido vários mandatos como senador nas décadas de 1950 e 1960.

Jeb foi governador da Flórida entre 1999 e 2007. Um de seus filhos, George P., se lançou recentemente na política e foi eleito comissário de Terra do Estado de Texas no mês passado. Considerado um republicano pragmático, Jeb é visto com desconfiança pelas alas mais conservadoras do partido, que não aceitam sua posição mais tolerante com relação à imigração. Ele é casado com uma mexicana e fala fluentemente espanhol.

As especulações sobre a pré-candidatura de Jeb chegaram a provocar uma divisão na família Bush. Seu irmão defendeu a candidatura, mas a mãe de ambos, Barbara, não mostrou muito entusiasmo e chegou a afirmar que o país já havia tido “Bushes suficientes”. Levando-se em conta o nome mais cotado para disputar a presidência pelo lado democrata, o duelo de 2016 poderá ter, de um lado, o sobrenome Bush e, do outro, Clinton, da ex-secretária de Estado e ex-primeira dama Hillary.

(Com agência EFE)