Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Japão amplia lista de entidades financeiras do Irã submissas a sanções

Por Da Redação 13 mar 2012, 01h55

Tóquio, 13 mar (EFE).- O Japão anunciou nesta terça-feira que incluirá o terceiro maior banco do Irã, o Tejarat Bank, na lista de instituições financeiras desse país submissas a sanções para pressionar Teerã rumo ao abandono de seu programa nuclear.

Em comunicado, o Ministério das Finanças japonês indicou que o país está ‘profundamente preocupado’ com a questão nuclear iraniana e com o fato de que, apesar das resoluções do Conselho de Segurança e da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Teerã ‘mantém e expande suas atividades de enriquecimento de urânio’.

Por isso, o Japão decidiu congelar os ativos e as transações financeiras com o Tejarat Bank, entidade com participação estatal que ‘poderia contribuir’ para atividades relacionadas com a proliferação ou o desenvolvimento nuclear.

O ministro das Relações Exteriores japonês, Koichiro Gemba, indicou que a medida poderia ter um ‘impacto leve’ sobre a economia do Japão, mas ‘agora é mais importante a cooperação internacional’.

Com a atualização da lista, já são 21 os bancos do Irã sancionados pelo Japão, que no total incluiu na relação quase 270 organismos desse país e 66 pessoas físicas.

No final de janeiro, Estados Unidos e União Europeia também anunciaram o bloqueio dos fundos do Tejarat Bank, suspeito de ajudar outras entidades a tentar burlar as sanções internacionais e apoiar as atividades da Guarda Revolucionária Islâmica.

Além disso, desde dezembro as empresas japonesas precisam de uma permissão especial do Governo para realizar transações financeiras com instituições iranianas.

O Japão negocia atualmente com os EUA as condições da adesão ao programa de Washington para reduzir as importações de petróleo do Irã, que representam cerca de 10% do total que adquire do exterior. EFE

jpf/pa

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)