Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Japão: 600 mil são obrigados a sair de casa após fortes chuvas

Autoridades temem avalanches de lama no sudoeste do país

As autoridades do Japão ordenaram, nesta quarta-feira 3, que aproximadamente 600.000 deixassem suas na cidade de Kagoshima, no sudoeste do país, devido às fortes chuvas que estão castigando a região nos últimos dias e que se intensificarão nas próximas horas.

Kagoshima está localizada em uma baía ao sul da ilha de Kyushu. Em partes da ilha chegaram a cair 900 milímetros de água por m² desde a semana passada, e apenas na cidade de Kagoshima foram 40 milímetros entre 7h e 8h (horário local), de quarta.

A Agência Meteorológica do Japão prevê que até a manhã de quinta podem cair no sul de Kyushu cerca de 350 milímetros de chuva por m², mas em algumas áreas da região são esperados até 80 milímetros por hora.

As autoridades temem que estas chuvas causem avalanches de lama, por isso ordenaram a retirada de aproximadamente 600 mil pessoas a partir das 9h35 (hora local), segundo informaram os representantes da cidade de Kagoshima.

“Comparado com a chuva do ano passado, este ano vemos que a chuva será de curto prazo. Há possibilidade que as chuvas impeçam a saída das pessoas”, afirmou, em Tóquio, o chefe de previsão de tempo da Agência Meteorológica do Japão, Ryota Kurora.