Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Itália resgata 131 dos 478 passageiros de balsa que pegou fogo

A embarcação partiu de Patras, na Grécia, com destino de Ancona, na Itália

Por Da Redação 28 dez 2014, 11h30

*Atualizado às 13h35

As autoridades italianas recuperaram 131 pessoas das 478 que estavam a bordo do ferry italiano que pegou fogo neste domingo quando se dirigia da cidade grega de Patras para Ancona, na Itália. A marinha militar italiana informou que dois corpos já foram retirados do mar. Quatro pessoas ainda estão desaparecidas.

Leia mais:

Mau tempo dificulta resgate dos 467 passageiros de balsa incendiada entre Itália e Grécia

Segundo o porta-voz da guarda-costeira, Nikolaos Lagadianos, três navios de salvamento foram usados para resgatar os passageiros. Um grupo de oito pessoas foi transferido para a cidade italiana de Lecce. Além dos barcos, helicópteros também estão sendo usados no resgate.

O ministro das Relações Exteriores e de Cooperação Internacional, Paolo Gentiloni, teve uma conversa telefônica com seu colega grego, Evangelos Venizelos, na qual compartilharam a inquietação sobre o fato, informou o Ministério italiano em comunicado.

Os líderes reafirmaram seu compromisso de acompanhar de perto a evolução do acontecimento, “mantendo um estreito contato e coordenando o trabalho das respectivas missões diplomáticas”. O fogo começou por volta das 4h (meia-noite em Brasília) por motivos ainda desconhecidos na garagem da embarcação Norman Atlantic, onde havia 222 veículos, a 45 milhas náuticas da ilha de Corfu e a 22 milhas do litoral italiano.

A embarcação tinha partido às 13h30 (de Brasília) de Patras com destino à Itália através de Igumenitsa, com 467 pessoas a bordo, 411 passageiros e 56 tripulantes.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade