Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Israelenses comemoram nas ruas saída de Netanyahu do poder

Nova coalizão liderada por Naftali Bennett foi aprovada pelo Parlamento no domingo e assumirá governo que foi de Bibi pelos últimos 12 anos

Por Julia Braun Atualizado em 14 jun 2021, 12h28 - Publicado em 14 jun 2021, 12h18

Após a confirmação da formação de um novo governo de oposição em Israel neste domingo 13, centenas de pessoas saíram às ruas em diversas cidades do país para comemorar a saída do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. Adorado por alguns e muito criticado por outros, Bibi é o premiê que mais tempo permaneceu no poder e durante sua carreira de doze anos resistiu a muitas mudanças e obstáculos.

Em Tel Aviv, uma multidão de eleitores opositores ao primeiro-ministro se reuniu na Praça Rabin assim que o Parlamento israelense deu passe verde para que a nova coalizão, liderada por Naftali Bennett e formada por partidos de diferentes alas ideológicas, assumisse o governo.

Usando camisetas comemorativas, os israelenses celebraram a mudança com confeti e canhões de espuma. Em clima de festa, alguns mergulharam na fonte da Praça Rabin e dançaram ao som de uma adaptação da música ‘Imagine’, de John Lennon.  Celebrações semelhantes também foram registradas em outras cidades do país e na frente da residência de Bennett, em Ra’anana.

Já em Jerusalém, na área ao redor do Muro das Lamentações e em frente à residência de Netanyahu, o clima foi de lamento. Muitos judeus ultraortodoxos, sionistas religiosos e apoiadores do premiê se reuniram para demonstrar apoio ao político e rezar.

O novo governo obteve uma maioria apertada no Knesset, o parlamento israelense, com 59 votos a favor e uma abstenção, dos 120 assentos. Para superar a fragilidade de sua coalizão diversa, Bennett concordou em estabelecer uma liderança rotatória. Assim, se a coalização for mantida até 2023, ele cederia o cargo de primeiro-ministro a Yair Lapid, um ex-apresentador de televisão de centro.

Continua após a publicidade
Publicidade