Clique e assine com 88% de desconto

Israel terá estação do metrô com o nome de Donald Trump

Escolha é uma homenagem ao presidente americano pelo reconhecimento de Jerusalém como "capital do povo judeu"

Por Da Redação - Atualizado em 27 dez 2017, 18h51 - Publicado em 27 dez 2017, 17h22

O ministro dos transportes de Israel declarou nesta quarta-feira que dará o nome do presidente americano Donald Trump a uma futura estação de metrô próxima ao Muro das Lamentações, na Cidade Velha de Jerusalém.

O ministro Israel Katz afirmou que a decisão foi motivada pelo “corajoso e histórico reconhecimento de Jerusalém como capital do povo judeu e do Estado de Israel”.

Cumprindo uma promessa de campanha, Trump anunciou no início do mês que transferiria a embaixada americana de Tel-Aviv para Jerusalém, reconhecendo a cidade, que abriga locais sagrados para judeus, cristãos e muçulmanos, como a capital de Israel.

O anúncio foi seguido de fortes protestos por grande parte da comunidade internacional e principalmente dos palestinos. Eles defendem há décadas a criação de um Estado próprio cuja capital fosse Jerusalém Oriental, onde se localiza a mesquita de Al-Aqsa, a terceira mais sagrada para os muçulmanos.

Publicidade

A “Estação Trump” ficaria dentro da área que os palestinos reivindicam para sua capital, o que aumentou as críticas ao projeto.

“O governo extremista de Israel está tentando correr contra o tempo e impor situações consumadas à cidade de Jerusalém” disse à Reuters Abu Youssef, membro do comitê executivo da Organização para Libertação da Palestina.

A construção da linha férrea de alta velocidade entre Tel Aviv e Jerusalém, da qual faria parte a nova estação, está em fase de planejamento e necessita ainda da aprovação de outros órgãos do governo.

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

Publicidade