Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Israel pede ajuda para combater incêndios e evacua 60.000 pessoas

O fogo se alastrou nos últimos dias na cidade de Haifa e outros focos de incêndio foram registrados nas imediações de Jerusalém

Por Da redação 24 nov 2016, 13h17

Israel pediu ajuda internacional para combater vários incêndios que se espalharam na última semana e que já afetam mais de cem hectares no país, deixando casas queimadas e provocando a evacuação de pelo menos 60.000 pessoas. O porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, afirmou que as autoridades estão investigando todas as causas possíveis para os focos de fogo pelo país, inclusive criminais. 

Na manhã desta quinta-feira, aterrissaram em Israel aviões procedentes da Grécia e de Chipre para ajudar na extinção das chamas. Ainda é esperada a chegada de embarcações da Croácia, Itália, Rússia e Turquia, depois que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez uma chamada para reforçar seus serviços de emergência. Neste momento, os esforços se concentram na cidade de Haifa, ao norte do país, onde o fogo se estende por alguns bairros e os residentes estão sendo evacuados.

As imediações da cidade de Jerusalém também foram afetadas por vários focos que se iniciaram há três dias e a urbanização de coexistência entre árabes e judeus de Neve Shalom, ao leste da cidade, foi evacuada na terça-feira. Um novo incêndio surgiu hoje perto da cidade de Modiin, entre Jerusalém e Tel Aviv, e trechos da estrada que comunica as duas cidades foram fechados ao tráfego. O assentamento judaico de Talmón, no território ocupado da Cisjordânia, também foi desalojado pelo avanço das chamas.

Ainda sem causas definidas, o fogo se espalhou pelo rapidamente devido ao tempo e ao calor. Segundo o ministro de Segurança Interna, Gilad Erdan, “quase 50% dos incêndios foram, aparentemente, intencionais”. Ainda não há registros de feridos graves, porém, pelo menos 35 pessoas foram internadas por inalarem fumaça, de acordo com o serviços de emergência.

(Com EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)