Clique e assine a partir de 9,90/mês

Irmão de Macri tem casa invadida e é agredido por adolescentes

Sete jovens foram detidos com os pertences roubados, entre eles um console de videogame e um notebook

Por EFE - Atualizado em 23 Oct 2019, 17h25 - Publicado em 23 Oct 2019, 17h19

Um irmão do presidente argentino Mauricio Macri foi assaltado e agredido por um grupo de sete adolescentes de 15 a 17 anos nas primeiras horas de quarta-feira, 23, em sua casa em General Pacheco, na região metropolitana de Buenos Aires. As autoridades policiais informaram que os criminosos driblaram a segurança privada, entraram na casa do empresário Mariano Macri, de 52 anos, pela sacada e roubaram diversos objetos de valor.

Mesmo ferido, Mariano Macri não precisou ser hospitalizado. A polícia conseguiu deter os sete jovens: três de 15 anos de idade, outros três de 16 e um de 17. Com eles, foram encontrados uma pistola de 9 milímetros com numeração raspada e os produtos roubados, dentre eles, um Playstation 4 e um notebook Lenovo.

O crime aconteceu a quatro dias das eleições presidenciais, no domingo, 27, nas quais Maurício Macri tentará a reeleição.

Publicidade