Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Irã envia armas para a Síria via Iraque, aponta relatório

Relatório obtido pela agência Reuters diz que espaço aéreo iraquiano é usado para traficar armas e levar militares à Síria. EUA ameaça rever apoio ao Iraque

Por Da Redação 19 set 2012, 21h36

O Irã está usando aviões civis para levar militares e armas para apoiar o governo do ditador sírio Bashar Assad, aponta um relatório de inteligência de países ocidentais, ao qual a agência Reuters teve acesso.

Entenda o caso

  1. • Na onda da Primavera Árabe, que teve início na Tunísia, sírios saíram às ruas em 15 de março de 2011 para protestar contra o regime de Bashar Assad.
  2. • Desde então, os rebeldes sofrem forte repressão pelas forças de segurança, que já mataram milhares de pessoas no país.
  3. • A ONU afirma que a situação humanitária é crítica e investiga denúncias de crimes contra a humanidade por parte do regime.

Leia mais no Tema ‘Guerra Civil na Síria’

Leia também:

Chefe da Al Qaeda pede a mulçumanos que apoiem rebeldes sírios

Número de refugiados sírios em agosto passa de 100 mil

Continua após a publicidade

Irmã de Bashar Assad fugiu de Damasco para Dubai, diz TV

O relatório cita os aviões das empresas Yas Air e Iran Air como exemplos de aeronaves usadas no tráfico. De acordo com o texto, a carga atravessa o espaço aéreo iraquiano – que seria condescendente com a operação.

O texto diz: “Contrariando declarações de autoridades iraquianas, aviões estão voando do Irã para à Síria, via Iraque, quase diariamente, transportando pessoal do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica (CGRI) e dezenas de milhares de armas para as forças de segurança sírias e para as milícias que lutam contra os rebeldes”.

Autoridades dos Estados Unidos já haviam dito, neste mês que, estavam questionando o Iraque a respeito de voos suspeitos. O senador americano John Kerry chegou a dizer que o país poderia rever a ajuda dos EUA a Bagdá.

As autoridades de Bagdá negaram as acusações. “O Iraque rejeita as alegações sem fundamento de que permite que o Irã use seu espaço aéreo para enviar armas para a Síria”, disse Ali al-Moussawi, assessor do primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki. “O primeiro-ministro sempre defendeu uma solução pacífica para o conflito na Síria”.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade